segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Uma noticia sobre Lisboa

Num blog sobre Lisboa, tem de ter noticias, senão não é blog sobre Lisboa!

Cá vai uma noticia:


Lisboa: andaram no Metro em cuecas
Iniciativa «No pants» causou sensação. Será para os apanhados ou são mesmo loucos?


«No pants» ou no Metro em cuecas


Será para os «apanhados», para uma campanha publicitária ou saíram de algum manicómio? Estes eram alguns dos comentários que se ouviam no metro de Lisboa enquanto um grupo de jovens, aparentemente sem qualquer relação entre si, despia as calças e ficava em cuecas, noticia a Lusa.

Mas o objectivo desta iniciativa que reuniu cerca de 40 pessoas era apenas provocar reacções, à semelhança de uma outra «No Pants!» [sem calças] que decorreu no metro de Nova Iorque em 2002.

O encontro foi convocado pelo colectivo ImprovLisboa, o mesmo que organizou uma luta de almofadas na Alameda Afonso Henriques e se inspirou no grupo norte-americano ImprovEverywhere, que desde Agosto de 2001 já executou «mais de 80 missões que envolveram centenas de agentes disfarçados».

«Sejam normais!»
(...)

E foi com normalidade que entraram no metro do Campo Grande: uns liam, alguns ouviam música e outros brincavam com o telemóvel, enquanto se preparavam para surpreender os desprevenidos passageiros.

Alguns minutos mais tarde, já circulavam nas carruagens alguns passageiros sem calças, perante o espanto generalizado que motivou olhares de soslaio e alguns sorrisos tímidos.

«Se calhar é publicidade ao aquecimento»

Outras pessoas procuravam explicações sobre o que podia estar a acontecer ou abanavam a cabeça como quem diz: «São doidos». Um casal de idosos, indignado com os fotógrafos que acompanharam a iniciativa e disparavam as objectivas, traçava conjecturas: «Se calhar é para explicar que no metro não faz frio. É publicidade ao aquecimento», sugeriu o homem.

«Devem ganhar uns cobres para isto. Ou então é para os «apanhados» ou isso assim. Devíamos era perguntar àquele de que manicómio saiu», comentou a mulher. Indiferentes aos comentários, os participantes encarnavam a personagem, agindo como qualquer outro passageiro.

«Venho sempre porque é divertido»

Jorge foi um dos participantes e veio trajado a rigor, com um fato completo, como se se dirigisse ao trabalho. O estudante, de 23 anos, disse à Lusa que resolveu juntar-se ao grupo porque «não tinha nada para fazer». A expectativa era surpreender as pessoas, de forma «divertida».

Cila, uma designer de 41 anos tinha outras motivações. «Interessa-me a produção destas
manifestações espontâneas. Interessa-me a reação das pessoas. Interessa-me também a minha coragem, saber quais são os meus limites»

Para Pedro Augusto, de 19 anos, não foi uma estreia neste tipo de acontecimentos. «Venho sempre porque é divertido. O objectivo é divertir-me e divertir os outros», declarou o estudante de Saúde.


@ http://diario.iol.pt/sociedade/no-pants-cuecas-insolito-metro-lisboa-metropolitano/1031006-4071.html

alguns comentários no Portugal Diário:

bando de desocupados...| 2009-01-10 / 19:24 | por: Sérgio Correia
... que só têm isto de interessante a mostrar. Que falta de imaginação, de produtividade, um reles seguidismo infrutífero para a sociedade. Que país de treta!

Desocupados como eu...| 2009-01-10 / 21:07 | por: Luis Pereira
...que aqui deixam comentários. Irónico hein?

OCUPADOS COMO TU| 2009-01-11 / 00:54 | por: Rui Ferreira
o teu comentário fez o país avançar 10 anos. obrigado por partilhares e te dedicares a intervenção cívica.

(...)

AS CAPITAIS DECADENTES DO OCIDENTE| 2009-01-11 / 18:38 | por: Jorge Pinto
Enquanto Israel luta sózinho contra o terrorismos islâmico defendendo-se e defendendo o Ocidente das trevas medievais, por cá tamam-se atitudes para testar se a nossa decadência enquanto civilização pode continuar. (...)





2 comentários:

  1. Querias ir era? :P

    Para a próxima aviso-te com antecedência!

    ResponderEliminar

A pedido de várias famílias que se dizem censuradas:

Comentários com o Internet Explorer ( IE ):
Por vezes dão erro ao submeter,
Clicar em pré-visualizar. Quando o pré-visualizar funcionar, ( ás vezes à 5º tentativa), já se pode submeter)